sábado, janeiro 17, 2004

Grandes Campeões

Decorre nestes dias o grande torneio Corus 2004, em Wijk aan Zee, Holanda. É uma prova com grande tradição, uma das mais conhecidas do calendário xadrezístico mundial. Ao cabo das primeiras cinco sessões (a prova tem 14 Grandes Mestres que jogarão todos contra todos num total de 13 jornadas) o pelotão constituído por Michael Adams, Viswanathan Anand, Vladimir Kramnik, Peter Leko e Veselin Topalov (todos com 3 pontos em 5 possíveis) lidera a prova. Seguem-se 4 jogadores com 2.5 pontos e 5 com 2.

Ou seja, entre os primeiros e os últimos classificados está um ponto de diferença. É demasiado equilibrado!

A ausência de um grande campeão, diga-se o que se disser, tira interesse aos torneios. Muita gente na disputa pelo primeiro lugar tem a sua piada, mas somos ocidentais e americanóides e queremos um herói. O Kasparov não joga e é isto, o poder cai na rua.

Os anos 70 tiveram o Fischer e o Karpov, os 80 tiveram o Kasparov, os 90 tiveram outra vez o Kasparov e agora... agora são tantos.

Sem comentários: