quarta-feira, janeiro 21, 2004

Wijk aan Zee

Lá continua o grande torneio de Xadrez em terras holandesas, o Corus 2004 em que participa a elite mundial do nobre jogo. Em relação ao que já aqui tinha escrito, a situação classificativa começa a melhorar.

Já temos um líder, o simpático Anand, talvez o único dos Grandes Mestres da actualidade a gostar realmente do Xadrez. Ou, pelo menos, assim parece pela forma como joga e analisa as suas partidas. É um homem muito entusiasmado com a sua arte. O que cativa sempre.

Talvez por ser indiano e por pertencer às castas superiores, Anand tem sempre aquele ar satisfeito. Sempre se desenjoa do ar agressivo e arrogante de Kasparov a quem, apesar de tudo, esses ares assentam bem.

Sem comentários: