sexta-feira, fevereiro 06, 2004

Escrita Criativa

Lembrei-me da história de um escritor que, em busca de inspiração, encheu o seu escritório com uma panóplia de objectos diversos, acumulados ao longo dos anos. Imagino-o sentado, com o seu índio de ferro forjado, pato de cerâmica, jarro de plástico, galo de Barcelos e chapéu mexicano de aba larga. Que belas histórias deve ter escrito!

Sem comentários: