quinta-feira, fevereiro 19, 2004

Homofobia

Luís Villas-Boas disse que era uma infelicidade para uma criança ser criada por um "casal" homossexual. Hoje, várias associações de homossexuais pediram a cabeça de Villas-Boas, classificando de homofóbicas as suas declarações.

Pergunto às associações de homossexuais, transgéneros e simpatizantes se não bastará a uma criança a desgraça de ser orfã? Ou será que o seu ponto de vista se limita ao do casal que adopta a criança? Aos seus problemas com a impossibilidade de procriar?

De uma forma ou de outra, a homossexualidade acaba por ser escolhida, no exercício de um direito com o qual todos concordamos, o direito à escolha. Direito que será assim negado às crianças. Será que elas, podendo escolher, optariam por ser filhas de um casal gay?

Terão pensado nas crianças? Não saberão o que são os meios infantis e, especialmente, juvenis? Saberão que condenam um ser humano a uma infância e adolescência infernais? A um assassinato social?

E a revolta?

Sem comentários: