domingo, abril 04, 2004

Dependências e Niílismo (3) - O Combate

4) Para preencher o vazio deixado por uma dependência abandonada, há que arranjar algo pelo menos tão bom como o que se deixa. Mas o tabaco é, de facto, muito bom. E não é fácil de encontrar algo tão bom como o tabaco. Ou seja, há que encontrar um conjunto de substitutos que, somados, cumpram a difícil tarefa.

Sem comentários: