domingo, abril 18, 2004

O Almoço

Considerei francamente admirável e nobre o gesto de Barroso da passada semana, convidando Saramago para um almoço que se adivinha ter sido de reconciliação entre o escritor e o PSD. Se tivermos em conta o ambiente criado em torno do novo livro de Saramago, ouvindo-se por todo o lado gritinhos mais ou menos esganiçados, a iniciativa do primeiro ministro torna-se ainda mais louvável. E, desta vez, não suspeito sequer de eleitoralismo.

Parabéns ao Durão Barroso.

Fico apenas com uma dúvida: estava Roseta sentado à mesa?

Sem comentários: