sábado, junho 05, 2004

A Negra e Porca Onda Santanenta

O populismo, na sua mais negra e asquerosa face, o santanismo, continua a sua destruição inexorável da cidade de Lisboa. Tal como uma mancha de crude no oceano, o santanismo transforma rapidamente uma das mais belas cidades do Mundo num subúrbio. Sobre essa calamidade é obrigatório que se leia este artigo do Substrato.

Talvez um sismo não fosse pior.

Sem comentários: