segunda-feira, outubro 04, 2004

Pontes

Até à data, a maior e mais dispendiosa obra do governo de Barroso/Lopes foi uma ponte. Foi a ponte de hoje. É ciência conhecida: Nada como umas pontes para espevitar a economia!

Sem comentários: