sábado, novembro 06, 2004

Já ninguém esperava!

Os de Canhas de Cenorim fizeram o que já ninguém esperava: Lembraram-se do Jorge Sampaio! Levaram o costumeiro folclore para a porta do ex-Presidente, a sua afamada cegada lá regressou a Lisboa: traziam pandeiro e o iam tocando mui aflitas as mulheres que esganiçavam e mui afoitos os homens que acartavam a grande custo o andor e os mais velhos da terra iam atrás empurrando um carro com muitas pipas de vinho que mui alegres todos, eles e elas, velhos e novos, bebiam sempre como sofressem de mui grande secura e como se fosse a última pingada de uva da beira alta. Mas desta vez, os de Canhas de Cenorim ainda se superaram! Ignorantes da reforma antecipada do Sampaio, trouxeram, contando que ele ainda contasse, barris de vinho que encheram de terras do volfrâmio que agora parece que é urânio, ou guisa ou gusa ou lá o que é, enfim, em vez de encherem essas pipas com a tal pomada que vinha na carroça, foi com aquilo que as encheram!

E despejaram as terras, essas canhestras gentes que julgam ainda estar Salazar vivo e Sampaio no poleiro, e cantando junto ao pandeiro, sentindo o cheiro da febra assada e da broa de centeio, com as faces bem rosadas esganiçaram mais ainda as mulheres e vociferaram risonhos os homens e os gaiatos! Canhas voltou à cidade!

Entretanto, lá, não se sabe bem onde, Sampaio verteu mais uma das suas costumeiras lágrimas: Estes, ao menos, ainda me respeitam, ainda me levam a sério, terá pensado, olha, parece que trazem um boneco com a minha figura! E que o vão queimar! Com os olhos rasos de água, comovido, Sampaio sentiu-se como se ainda fosse o Presidente. E, naquele momento, à sua maneira, ainda o era.

(Procurei por todas as páginas de informação nacional da internet e já todas haviam retirado a notícia. Não arranjei assim a desejada fotografia. Parece que já se esqueceram de si outra vez, senhor Sampaio!)

6 comentários:

Anónimo disse...

Muito bom!!
Só faltou o chouriço assado.
Olga

Anónimo disse...

Faço minhas as palavras da Olga! (Olá Olga! Tudo bem? Eu sou o Pedro!).

Um abraço,
Pedro Farinha

Anónimo disse...

Olá Pedro. Sou a Olga :)

Cláudio disse...

Eu apresento-os, Olga, este é o Pedro, Pedro, esta é a Olga.

Anónimo disse...

Olá Olga!
Já tinha ouvido falar de ti (tudo coisas boas, garanto)!
Costumas vir ao Meia Livraria com frequência?
O que é que gostas acerca do Meia Livraria?

Aguardo resposta!
Pedro Farinha

Anónimo disse...

Resposta nas Celebridades. Só para irmos evoluindo!!
Olga