sábado, dezembro 25, 2004

Patrulhamento Natalício da Blogosfera

Sendo este o primeiro Natal do Meia Livraria, e nesta época em que blogues catalogam blogues, neste, sempre de espírito nataleiro e reverente, patrulha-se a rede em busca de sinais da quadra.

A Aba de Heisenberg recorda-nos um dos mais belos contos que alguma vez alguém terá escrito: O "Natal" de Torga trazido pela Isabel Prata.

Daquele que para sempre sentaram na Brasileira, vem o Almocreve trazer um poema. O "Natal" de Fernando Pessoa, que é mais de dúvida e de espanto que de paz e esperança. Como sempre é. E, talvez, como deva ser.

A Guida traz-nos a brilhante Ladaínha dos póstumos Natais de Mourão-Ferreira.

O Homem Neves, do Sob a Estrela do Norte mostra-nos uma imagem da fresca Finlândia, e transmite-nos algumas palavras em "nori", seguramente muito agradáveis.

Um belíssimo poema, tirado do Natal dos Hospitais, pode ser lido n'O Cidadão do Mundo. É um poema que alimenta a alma, que dá que pensar.

Original é o cartaz natalício mostrado pelo muito atento e muito elegante Substrato.

Por último, mais uma referência à nossa grande literatura, com um enlace para "O Suave Milagre" do Eça, num natalíssimo artigo d'O Velho da Montanha.

Boas Festas a todos!

5 comentários:

mfc disse...

Tudo isso é a verdade do Natal.

Anónimo disse...

Ainda estou para perceber o que é "nori" (seria suomi?) mas limitei-me ao cliché "feliz natal e bom ano novo"..

homem_neves

Cláudio disse...

Sempre acreditei haver um dialeto finlandês chamado "nori". Mas "suomi" ainda é melhor! Obrigado, Homem Neves!

Anónimo disse...

Dialeto, temos o Sami ou saame que ]e a l]indua dos lapoes finlandeses - falado por uns milhares e 3ª lingua oficial do país - só é usada em algumas áreas/povoações.

homem das neves

sibylla disse...

Coincidência. O da Guida saiu, no mesmo dia, no Abrupto. Do mesmo autor, o meu bloguito publicou um que gosto mais, no dia anterior ;o)
Estou a gostar de conhecer o teu cantinho. Vou continuar a leitura.