domingo, fevereiro 13, 2005

A Sobrinha do Lobo Antunes

Era uma vez uma menina, filha de um famoso cirurgião e sobrinha de um ainda mais notável escritor, também ele médico, que foi estudar artes de representação para a cidade de Londres. Já adivinhou o leitor, essa menina era filha do Lobo Antunes cirurgião e sobrinha do outro Lobo Antunes, o afamado escritor. Nunca os consegui distinguir.

Sendo sobrinha do homem que melhor escreve sobre Benfica, sobre a Estrada da Luz, sobre o SL Benfica, sobre as mercearias de Benfica e da Estrada da Luz, sobre a Angola da guerra e sobre as tascas de Benfica, poder-se-ia esperar o melhor dessa criança! E se estudou no estrangeiro, artes de palco, e ainda por cima em Londres... Upa, upa! E não se desengana quem assim pensa!

Acontece que a jovem e talentosa actriz rumou um destes dias para o Brasil para filmar aquelas coisas que se filmam no Brasil. Na bagagem levava, mostrou-o orgulhosa às camaras da televisão, para além do CD de Norah Jones, um livro! E que livro, questiona-se o leitor, sabedor já do bom gosto que tem a menina para a música? Não menos que um dos romances do igualmente talentoso Paulo Coelho! E, feliz, o leitor concluía já, a cachopa sai mesmo ao tio, tem uma insuperável cultura e grande amplitude de horizontes. Pois não descanse já, meu amigo ou amiga, deixe-me que lhe diga que o exemplar dessa bela literatura de Coelho que a catraia levou consigo no avião era uma tradução da obra, certamente prima, do génio brasileiro para o inglês! Mostra-se assim a sobrinha do génio: além de evidentemente culta, a moça revela, acanhada como convém, os seus fabulosos dotes de poliglota! Convenço-me, e isto invento eu, que terá lido o magnífico romance do tio, Manual dos Inquisidores, em francês! Ainda que não o soubesse, adivinharia, é mesmo sobrinha de quem é!

6 comentários:

Anónimo disse...

Confesso que fiquei sem perceber, porque é que uma imbecilidade da sobrinha pode levar ao menosprezo do(s) tio(s).
A imbecilidade é grande, mas que deva daí vir paulada ao tio...Fiquei sem perceber.

Pedro Farinha

Cláudio disse...

É para mim evidente que tudo está ligado, meu caro Pedro! A mercearia de Benfica e o livrinho do Paulo Coelho. Não deixes que a admiração que tens pelo Lobo Antunes te tolde a objectividade!

Francisco disse...

"É para mim evidente que tudo está ligado"? desta vez, esqueceste-te do Jorge Sampaio ou estás a preparar algo melhor???

Anónimo disse...

Como poderia esquecer-me das ligações, Cláudio? O que eu pensava era que o Coelho estaria ligado ao hipermercado de Alverca e não à mercearia de Benfica! É evidente que os Antunes que referes (ambos ilustres e ambos merecedores da minha admiração) não têm que sofrer com o que a sobrinha faz ou preconiza. Não deixes que o teu fervor fundamentalista te tolde a objectividade. Eu não deixo que o meu me impeça de ser objectivo.

Um abraço,
Pedro Farinha

Manu disse...

Ora muito bem apanhado!... Mas perdoem-me ando sempre pouco a par das colunas sociais... Quem é a actriz? hum?

Anónimo disse...

Imbecilidade teria sido ler Coelho em Portugues: a sua escrita e ideias imbecis so devem ser lidas noutra lingua e, se possivel, numa lingua que nao se entenda. Meia Livraria certamente nunca leu PCoelho e julga a qualidade deste autor do obscurantismo pos-moderno pelo numero de livros que vende -- o que eh um imenso erro. A menina, Deus a valha, estava certa...