terça-feira, outubro 18, 2005

Errata

Num destes dias, publiquei um artigo a que chamei Autárquicas 2005 (1) em que dava conta de uma esmagadora vitória eleitoral da CDU em terras de Mondim de Basto. Por lamentável lapso ou por subversiva contra-informação, à maneira da CIA, (que todos sabem ser quem mexia, e talvez ainda mexa, os cordelinhos do MRPP) os dados que apresentei nesse artigo estão trocados!

De facto, não foi a CDU que ultrapassou o MRPP, foi exactamente o inverso! Não foi Jerónimo quem cantou vitória sobre o PCTP de Durão e Pacheco, foi Garcia Pereira quem derrotou a esquerda stalinista! O espírito revolucionário albanês continua vivo e de saúde em Trás-os-Montes!

O leitor, pouco habituado a falhas no Meia Livraria, estará já intrigado e perguntar-se-á: "Que se terá passado? Movimentos da CIA? Interferências do KGB? Agentes infiltrados? Talvez o MI5 ou MI6 se esteja a intrometer, sempre com vontade de passar a perna aos americanos?"

Se estas dúvidas o intrigam, caro leitor, se lhe agradam estes temas: remeto-o para um qualquer autor da especialidade. Eles fazem com que todo esse mundo exista muito melhor que eu! Ou perguntem a um homem do Norte!

5 comentários:

Rato MIckey disse...

Nao sabia que Portugal continuava tao tacanho de ideias, com pessoas a escrever tanta besteira, como este post.

Cláudio disse...

Eu também não sabia, e registo-o com felicidade, que figuras de dimensão mundial, como o Sr. Rato Mickey, frequentavam esta humilde casa! Muito obrigado pela visita e perdoe a exiguidade mental deste blogue! Peço-lhe que continue debitando os seus inteligentes comentários, meu amigo, que a todos iluminam e ensinam!

(Sempre é verdade o boato que corre: O Sr. Mickey come pipocas nas salas de cinema?)

olga disse...

Bravo!!
E já agora, sempre é verdade o boato que corre:o Sr. Mickey tem um caso com o Donald?

vmiguel disse...

Não sou de intrigas... mas.. não é esse Sr. o tal... que abafa a palhinha, ruidosamente durante "O Virgem de 40 Anos"?

spirito disse...

Não sejam assim, todos têm direito à opinião e à vida, mesmo estes pequenos mamíferos. Afinal, um rato é um rato e um homem é um homem!