sábado, outubro 15, 2005

Harold Pinter

No dia 13 de Outubro, Harold Pinter foi galardoado com o prémio Nobel da literatura. Sobre o autor e a sua obra já muito os jornais escreveram, por isso, quero deixar aqui no Meia Livraria apenas uma carta escrita pelo dramaturgo inglês ao então Presidente da CM Lisboa, o Dr. Santana Lopes, aquando do arbitrário e absolutamente acéfalo encerramento do Centro de Artes d'a Capital em 2002:

"Dear Mayor,

I am deeply disturbed at the news of the closure of A Capital in Lisbon. A Capital is clearly one of the most important artistic centres in Europe. Its imaginative work and its integrity have been an inspiration to many people. The closure is not only shocking but inexplicable. I would be grateful if you would make a clear public statement as to the reasons behind this action.

Yours sincerely,
Harold Pinter"


Harold Pinter.

Esta carta, entre outras, escritas por diversas e ilustres figuras do mundo do teatro e não só, pode ser lida no espaço dos Artistas Unidos.

Honra seja feita ao Dr. Santana Lopes: Qual super-vilão da Marvel, é o arqui-inimigo de tudo o que é cultura, inteligência e civilização. É, atestam-no dois galardoados Nobel, uma acabada besta! Onde houver um cretino atentado contra a cultura, ele está lá, ufano, auto-satisfeito na sua condição de menoridade intelectual, caricatura burlesca do pequeno burguês, sublimada até à anulação total e devastadora do que é humano, com os seus olhos bovinando de tanta imbecilidade, ruminando a sua cosmovisão canhestra e limitada de uma criatura digna de pena se inofensiva. Como ataca e destrói o que é luz, o que é saber, o que é humano, a ele as penas e o alcatrão!


O Iluminado Santana Lopes.

5 comentários:

mfc disse...

Ao escritor e ao cidadão interessado,os meus parabéns.
E ati também,por teres reconsiderado...
Um abraço.

Cláudio disse...

Muito, mesmo muito, obrigado! A ti e aos outros que gostam de meias livrarias, contem com uma posta diária. Enquanto os houver como tu, mfc, haverá Meia Livraria!

Salma disse...

Que bem que fizeste em "aproveitar" a notícia do Nobel atribuído a Pinter para a referência aos AU, a A Capital e ao Santana. Qual lixo radioactivo, a herança deixada pelo desgoverno de Santana vai demorar décadas a desparecer deste país. País de heranças pesadas, este...

Furão disse...

Houve aspectos do comentário que desconhecia, mas não fiquei admirado. Quanto à adjectivação, só me resta subscrevê-la com a mesma ou maior intensidade. Já no que respeita ao "tratamento", sugiro apenas o alcatrão. Ele já é um frango disfarçado de pavão. Penas não lhe faltam. E para nós todos é mesmo uma pena.

Um abraço

olga disse...

É por post como este que te tenho "quase" como um ídolo! :)