terça-feira, outubro 25, 2005

Tesouros

Em Portugal existirá algum tesouro escondido? Alguma preciosa relíquia ocultada sobre os contrafortes de uma igreja do século XII? Terá Manuel I escondido algum ouro nas catacumbas do palácio onde hoje funciona a Embaixada da França? Será Duarte Pio guardião de algum mapa antigo, que indique a localização de um qualquer el-dourado em Timor? Não haverá nada destas coisas em Portugal?

Talvez por isso, por não haver, Pratt nunca cá nos mandou Corto Maltese. Nem sequer o Rasputine.


Ao menos, o Rasputine!

3 comentários:

Bina Ladina disse...

Mas ainda temos o Luis Louro!
A bd dele, lembra que... está na altura da feira de BD da Amadora, certo?
E será que este ano seremos brindados com alguma edição fantástica, ou pelo menos da mesma dimensão de "Alice" ou quiçá do "Corvo" esse grande herói lisboeta?

Pode não ser no aspecto monetário, mas cada obra do Luís Louro para mim é um verdadeiro Tesouro :)

spirito disse...

Eu sei de um livro...que fala de grutas, fendas, cavidades onde se escondem tesouros.

É em Lisboa e o livro vende-se por todo o lado, por tuta e meia.

Mas penso que nos fazia mais falta um tipo como o Cush, que mata rapidamente e com convicção, aqueles que, por um motivo ou outro não lhe agradam.

De qualquer modo, é correr até à Amadora, com um punhado de euros na mão e os olhos abertos. Eu vou.
Mas Bina, não vou comprar livros de LL. Não é a minha onda. Vou procurar Will Eisner, sabes onde posso encontrar?

Garrincha disse...

Neste caso... veio o Hugo Pratt em pessoa