segunda-feira, dezembro 19, 2005

Encantos

Para José Afonso, o desencanto mais não é que uma boa desculpa para os traidores. Para os que atraiçoam o Sonho e a Esperança. Talvez por isso se fique com o coração em brasa quando se escuta a "Balada do Outono".

Águas do rio correndo
Poentes morrendo
P'ras bandas do mar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar



O Encantador Zeca Afonso

Sem comentários: