sábado, janeiro 14, 2006

Barreiros, Lagartos e Fragateiros

Na sequência do caso Teatro Dona Maria II, Zita Seabra opinou sabiamente, num acto que a todos surpreendeu! Sagaz, pegou a dissidente nas intenções de Isabel Pires de Lima e seus acólitos e sugeriu Quim Barreiros para director do citado Teatro. E boa lembrança teve a Zita, se é dramaturgia nacional e boas receitas de bilheteira que quer o governo, o autor de "Quero Cheirar Teu Bacalhau" seria o homem indicado.

O Lagarto tem a mania que é intelectual, terá pensado Isabel Pires de Lima, o Quim Barreiros é muito caro, talvez nem os 6000 euros lhe chegassem, e há aquele rapaz, o Fragateiro, que é baratucho, trabalha pelo mesmo que Ricardo Pais, e é homem para encher a casa! Afinal de contas, o que importa é isso mesmo: apoiar a dramaturgia nacional e encher os cofres do estado! Ainda hoje Isabel Pires de Lima se interroga: Por que raio estão esses artistas tão revoltados?

Zita sugeriu Barreiros. Ninguém se lembra do La Féria?


"Será que ninguém me compreende?"

3 comentários:

rita disse...

A Zita...porque é que ela não se limita SÓ a editar best-sellers?

Lucas disse...

Não creio que exista uma grande diferença entre o Barreiros e o Lá Feria.
O espirito brejeiro é o mesmo

spirito disse...

Deixá-los a combater por quem manda no mausoléu do Rossio.
O Teatro é para andar na rua, ao trote do burro que puxa a carroça de Thespis. Tudo o resto são excrescências.

Um abraço, inteiro!