terça-feira, fevereiro 21, 2006

O Capablanca e os Blogues

O grande campeão mundial de Xadrez dos anos 20, o cubano José Raúl Capablanca, disse, algures na sua fase decadente, que o Xadrez se finaria. Teria os dias contados, reduzido a uma espécie de jogo do galo, onde o empate seria o resultado esperado entre os melhores jogadores.

O Tempo não lhe deu razão. Empata-se hoje menos que nos anos 30, o Xadrez é mais vivo e combativo. Nem os computadores, que seriam o novo canto do cisne do milenar Jogo, fizeram mossa que se visse no Xadrez.

Por isso sinto-me desconfiado sempre que julgo estarem os blogues condenados à mediocridade e desaparecimento. Lembro-me sempre do Capablanca. Nestas, e noutras, ocasiões.