terça-feira, janeiro 24, 2006

Alegre PRD

Alguém notou que os votos do Alegre são da mesma natureza que os do extinto PRD? Pomposos e vazios?

domingo, janeiro 22, 2006

Comemoração

O Meia Livraria faz hoje, dia 22 de Janeiro de 2006, 2 anos e 12 dias de vida! São 742 dias de existência! É sabido que estas datas especiais devem ser sempre comemoradas (lembrar uma das andanças do demónio de Jorge de Sena, a "Comemoração" do Gustavo Dores) e por isso mesmo aqui fica a nota e a expressa alegria do autor deste humilde blogue pela vossa assídua visita ao longo destas mais de 15000 horas de presença blogosférica. Contas feitas, com mais de 30000 visitas, temos um leitor de meia em meia hora. E o resto é conversa!

quinta-feira, janeiro 19, 2006

O Regresso

Já repararam que a baixa pombalina corre para o rio? E que se fragmenta em mil pedaços, sem ligação aparente, a Norte? Nunca repararam que a Rua da Madalena é uma espécie de fosso que separa a cidade de Pombal e a outra, a verdadeira? E, por último: Onde está a fábrica da seda das Amoreiras?

Então porque raio sonhamos todos com o regresso do Marquês de Pombal? E, porque raio nos congratulamos, povo sério e pesado, com o seu anunciado regresso já no próximo domingo?


É para isto que o queremos de volta?

sábado, janeiro 14, 2006

Barreiros, Lagartos e Fragateiros

Na sequência do caso Teatro Dona Maria II, Zita Seabra opinou sabiamente, num acto que a todos surpreendeu! Sagaz, pegou a dissidente nas intenções de Isabel Pires de Lima e seus acólitos e sugeriu Quim Barreiros para director do citado Teatro. E boa lembrança teve a Zita, se é dramaturgia nacional e boas receitas de bilheteira que quer o governo, o autor de "Quero Cheirar Teu Bacalhau" seria o homem indicado.

O Lagarto tem a mania que é intelectual, terá pensado Isabel Pires de Lima, o Quim Barreiros é muito caro, talvez nem os 6000 euros lhe chegassem, e há aquele rapaz, o Fragateiro, que é baratucho, trabalha pelo mesmo que Ricardo Pais, e é homem para encher a casa! Afinal de contas, o que importa é isso mesmo: apoiar a dramaturgia nacional e encher os cofres do estado! Ainda hoje Isabel Pires de Lima se interroga: Por que raio estão esses artistas tão revoltados?

Zita sugeriu Barreiros. Ninguém se lembra do La Féria?


"Será que ninguém me compreende?"

sexta-feira, janeiro 06, 2006

Pérolas

Mário Soares foi a Gondomar. Chamou Lourenço ao Loureiro e despromoveu-o: era Major, Soares fê-lo Capitão. Como ficasse o de Gondomar agastado, subiu-lhe Soares a patente ao despedir-se: Adeus senhor Comandante, disse.

Agradecido, Loureiro ofereceu-lhe 2% dos eleitores portugueses.

Obrigado Loureiro e obrigado Soares!

terça-feira, janeiro 03, 2006

Os Galardões do Almocreve

Uma vez mais, lá fui ao Almocreve, em busca dos seus galardões. Esperançoso, escrutinei com nervosismo as famigeradas distinções, para descobrir, novamente, que o Meia Livraria estava de fora do grupo de blogues eleitos. Ainda não foi desta, pensei. Preparava-me para voltar a esta humilde casa, indistinta, quando apanhei um inesperado susto: O Almocreve retirara-me da sua lista de blogues! Falso alarme, apenas, concluí: Os nervos tinham-me traído! Aliviado e feliz, regressei ao Meia Livraria e escrevi este artigo.

Equaciono agora a hipótese de criar aqui um "top" de blogues. Nele exluirei, evidentemente, o Meia Livraria, e, magnânimo como sempre, incluirei em lugar de destaque o Almocreve das Petas!


Assim se sentem os excluídos! (Roubado ao próprio Almocreve)

segunda-feira, janeiro 02, 2006

Bom 2006!

Ora aqui está um "post" à borla! Sem conteúdo, sem imaginação, sem trazer nada de novo, sem qualquer esforço e, no entanto, útil e necessário: Bom 2006 para todos os leitores do Meia Livraria!