quarta-feira, dezembro 26, 2007

Gestores e Gestoras

Num recente número de uma revista relacionada com o mundo da gestão de empresas, prometia-se na capa sábios conselhos de gestores de sucesso. Comprei, claro. Também na capa se anunciava simpática e instrutiva devassa à existência de gestoras de sucesso em Portugal. Julguei ser coisa edificante e até comprei o opcional livrinho que acompanhava a revista, que nada tinha que ver com o tema. Fi-lo por gratidão. Maravilhado com os ensinamentos dos mestres do empreendorismo, apresentados, como se necessário fosse, pelos nomes e cargos actuais, saltei para a secção das gestoras femininas: não porque aconselhassem, mas porque existissem. E lá desfilaram as diversas mulheres de sucesso apresentadas pelo seu nome, fotografia, de cara e corpo inteiro, estado civil, número de filhos e cargo ocupado. Com efeito, uma conveniente avaliação do sucesso de uma gestora terá em linha de conta esses factores. A fulana tal gere o banco xis e ainda tem três filhos! A outra é solteira, assim também eu, fica para tia mas manda na fábrica!
Claro que vou comprar o próximo número. Talvez apareçam gestores de etnia não europeia.

terça-feira, dezembro 25, 2007

domingo, dezembro 16, 2007

O Corão de Tavares

À porta dos correios de Rio Maior, um homem alto e corpulento, de pé, segurava perto dos olhos o mais recente livro de Miguel Sousa Tavares. Olhava para uma das suas páginas com ar devoto e lia em voz baixa, ou melhor, murmurava, o que Tavares escrevera sabe-se lá onde e para quê. Abanava ligeiramente a cabeça, ora aproximando-a, ora afastando-a do grosso volume. Dir-se-ia que lia o Corão. E talvez o lesse, nas entrelinhas do amontoado de tinta negra em alva folha lá deitada por Tavares.

segunda-feira, dezembro 10, 2007